A tradição do peru

Em 23.12.2013   Arquivado em Datas Especiais

peru-do-natalO peru é um dos pratos mais tradicionais do Natal, tanto no Brasil como em outros lugares do mundo. Ele representa a fartura e a abundância. Mas você sabe como nasceu esse costume?
A tradição vem dos Estados Unidos, onde os índios serviam as aves como uma forma de comemoração. O tempo passou e os americanos adotaram o costume de comer a ave em datas especiais, principalmente no dia de Ação de Graças – um feriado muito importante por lá.
Já aqui, no Brasil, o hábito de comer peru no Natal foi incorporado às nossas tradicões apartir da década de 1930. E, desde então, tem feito a alegria das mesas brasileiras no Natal. Se existe algo que não pode faltar na ceia, ele é o peru de Natal.

FONTE: texto – encarte Supermercado Extra
imagem – Dreamstime

Dia das Crianças e Dia das Bruxas

Em 31.10.2013   Arquivado em Filmoteca

Em comemoração ao Dia das Crianças e ao Dia das Bruxas, resolvi colocar 3 filmes que me assustavam MUIIITO  quando eu era criança.

1. Poltergeist – O Fenômeno (1982)Sinopse: Família é visitada por fantasmas, que inicialmente se manifestam apenas movendo objetos pela casa, mas gradativamente vão aterrorizando-os cada vez mais, chegando a sequestrar a caçula através do televisor. Os pais se desesperam e uma especialista em fenômenos paranormais sugere que eles busquem a ajuda de uma mulher com poderes mediúnicos.

O filme é uma trilogia. Poltergeist (1982), Poltergeist II (1986), e Poltergeist III (1988).  Acredito que a maioria já ouviu falar dos fatos estranhos que são relacionados à esse filme. Quatro mortes ocorreram logo depois das gravações. Devido a isso surgiu o boato de que o filme teria trazido uma maldição para quem participasse dele. Mas, eu tinha medo mesmo era do filme. Quando assistia a TV ficava esperando sombras (fantasmas, como no filme) aparecerem na tela.

Poltergeist

2. Sexta Feira 13 (1980)Sinopse: Em 1958, um casal de adolescentes foge de um acampamento para passar uma noite romântica juntos, mas os dois são perseguidos por um assassino e mortos a facadas. Em 1979, os dirigentes do acampamento Crystal Lake decidem reabrir o local, apesar do trauma que ainda marca a cidade. Quando novos monitores são contratados, eles começam a desaparecer mais uma vez, assassinados brutalmente, um por um.

Coloquei o primeiro, pois não lembro qual das partes foi. No final do filme, aparentemente a mocinha já salva, no barco no meio do lago,  de repente quem aparece? Jason, virando o barco… Poxa, como essa cena me assustou! Não gosto nem de lembrar.

 

Sexta-feira 13

3. Hellraiser: Renascido do Inferno (1987) Sinopse: Uma esposa infiel encontra o zumbi de seu amante morto, que está sendo perseguido por demônios depois que ele escapou de seu inferno sado-masoquista.

Eu não lembrava do enredo desse filme… kkkkkkk só lembro da imagem de Pinhead. Preciso assisti-lo novamente para ver se agora eu entendo. Ah e o cubo??? Alguém sabe me dizer pra servia?

Eu não sabia mas, eram necessárias seis horas para que a maquiagem do personagem Pin-Head, de Doug Bradley, ficasse pronta.

 

Hellraiser – Renascidos do Inferno

E aí, quais os filmes que assustavam você na infância?

Odeio o Dia dos Namorados (nacional)

Em 24.09.2013   Arquivado em Filmoteca

Eu adoro filmes e séries que se baseiam em “volta ao passado”. Principalmente, quando essa volta é na década de oitenta. Sinceramente, não presto nem muita atenção no filme, simplesmente, fico atenta nas referências ao passado. No filme Odeio o Dia dos Namorados, a personagem, como eu, era fã dos Menudos e do Dominó. Outro fato que me chama atenção são as roupas, fico o tempo todo falando para minha filha: “perfeito, era assim mesmo”; tinham uma igualzinha”; “olha aí, devia ter guardado para você, super atual”… Claro que ela começa a rir. Agora a parte ruim, os garotos, na maiorias das vezes, se comportavam como o Batata, contando “vantagens” do que aconteceu e do que não aconteceu. Não sei como acontece nos dias atuais, mas era muito chato.

Odeio o Dia dos Namorados

Odeio o Dia dos Namorados

Gosto, também, de filmes em que os personagens voltam a ser criança ou vice-versa. Aí vai meus preferidos:

Quero Ser GrandeSinopse: História fantástica sobre um menino de doze anos que pede para se tornar adulto a um boneco em um parque de diversões. No dia seguinte, ele já aparenta ser um adulto e a mãe o expulsa de casa, pois não conhece aquele estranho. Entretanto, ele continua sendo uma criança, apenas seu corpo cresceu, e este seu lado infantil será uma arma a seu favor no mundo dos adultos.

Adorroo! Genial a cena do piano, a música… inesquecível! A vontade de um menino de ser adulto e descobrir não era tão bom assim, que é melhor ser criança, enfim, tudo deu certo. E o Tom Hanks, como sempre, com uma atuação fora de série.

v_v Heart and Soul – Frank Loesser.

 

Quero ser grande

A Casa do LagoSinopse: Kate Forster (Sandra Bullock) é uma médica solitária, que morava em uma casa à beira de um lago. Hoje esta casa é ocupada por Alex Wyler (Keanu Reeves), um arquiteto frustrado. Kate passa a trocar cartas com Alex, com quem mantém um relacionamento à distância por 2 anos. É quando, ao se descobrirem apaixonados um pelo outro, eles buscam um meio de se encontrar.

Excelente! Tem um começo envolvente e uma história interessante na troca de cartas envolvendo o casal Alex e Kate (Keanu Reeves e Sandra Bullock). Não importa o fato de cartas “viajarem no tempo”, apesar de deixar a história um pouco confusa, não atrapalha, é só imaginar uma situação paranormal, né? A fotografia é muito linda, a casa do título é espetacular. No geral é um bom filme e recomendo sim.

 

A casa do lago

Duas VidasSinopse: Se você tivesse a chance de encontrar consigo mesmo quando tinha 8 anos de idade, será que aquela feliz criança gostaria de ver o que você se tornou quando cresceu? Em se tratando de Russ Duritz, a resposta é um ressoante “Não!”. Russ (Bruce Willis) tem sua pacata vida como um profissional bem-sucedido virada de cabeça para baixo quando, de forma mágica e inesperada, encontra Rusty, ele mesmo com apenas 8 anos (Spencer Breslin). Rusty é um doce e ligeiramente gordo menino que não fica nada feliz ao ver seus sonhos de ser um piloto de avião irem por água abaixo após conhecer sua versão adulta. Porém, o convívio de ambos irá ajudar Russ a relembrar seus sonhos de infância, para que ele possa se tornar o adulto que sonhava ser quando criança.

Nota 10! Um filme para ver com a família! Quem não sente saudade dos “velhos tempos”? Quanta coisa muda, idéias, sonhos, quando estamos crescendo… Denota-se toda nostalgia de um homem que teve uma infância feliz, mas se tornou um homem amargo que só pensa em dinheiro e poder! Vale a pena.

 

Duas Vidas

 

De repente 30

De Repente 30Sinopse: Jenna Rink (Christa B. Allen) é uma garota que está descontente com sua própria idade, já que seus colegas mais populares da escola não lhe dão atenção, seus pais ficam sempre no seu pé e o garoto por quem está apaixonada nem sabe que ela existe. A única amizade que Jenna possui é Matt Flamhaff (Sean Marquette), seu vizinho. Para tentar reverter a situação Jenna decide por ter uma grande festa para o seu 13º aniversário, convidando todos os adolescentes que conhece. Porém o que deveria ser sua consagração se transforma num grande desastre, após Jenna ser trancada em um armário devido a uma brincadeira e ser completamente esquecida pelos demais presentes na festa. Triste, Jenna faz um pedido: virar adulta de repente, para ter a vida com que sempre sonhou. O pedido milagrosamente se torna realidade e, no dia seguinte, Jenna (Jennifer Garner) desperta em 2004 e com 30 anos de idade. De início Jenna fica assustada com as novidades de sua vida, mas aos poucos fica cada vez mais encantada por ter se tornado tudo aquilo que sempre sonhou ser. Porém, quando tenta reencontrar Matt (Mark Ruffalo), Jenna descobre que perdeu contato com ele há vários anos e que agora ele está prestes a se casar.

Sempre que assisto esse filme sinto uma vontade de voltar no tempo, como já dito no início do post,a trilha, as roupas tudo anos 80, me fascinam. Para mim, o Mark Ruffalo é desses atores que, acho meio sem graça, sei lá, “apagadinho”, mas gosto de vê-lo atuando. E foi bom vê-lo em mais um filme.

 

De Repente 30

De Repente 30

Página 3 de 221234567... 22Próximo